Quinta-feira, 17 de Abril de 2014

A morte saiu à rua

Morreu, segundo dizem as notícias, Gabriel Garcia Marquez. Como se pode agradecer a um escritor como ele as inúmeras horas de prazer de leitura que me proprcionou? Mais do que leitura, a abertura de mundos novos, mágicos e simultaneamente humanos, solidários e reais, esse foi e é o lugar da literatura de Gabo na minha vida.

Que descanse em paz!

 

publicado por Aristides às 21:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (2)
Sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Finalmente boas notícias: a dívida portuguesa é...lixo!

 

Foi ver hoje os senhores do governo e os deputados da direita parlamentar inchados e impantes por a agência Fitch (uma dessas associações de malfeitores que empurram para a miséria milhões de seres humanos para enriquecer uns poucos) ter considerado a nossa dívida como...lixo!

Dá para entender? Embora essa dívida tenha passado de uma perspectiva negativa para positiva, o que é certo é que, segundo os critérios absurdos e criminosos desta associações, continua a ser equiparada a lixo. Será motivo para o Coelho, o Montenegro e o Portas embandeirarem em arco?

Mas há mais coisas mal contadas nesta história. Por exemplo, para que serve a notação financeira se, apesar da classificação negativa da nossa dívida, os juros estarem a descer? Alguém nos explica como se fossemos todos burros? 

publicado por Aristides às 19:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Assim é Pelé!

"A morte de Fábio Hamilton, de 23 anos, durante a construção da Arena Corinthians, palco da abertura do Campeonato do Mundo de futebol, a 12 de Junho, oitava morte relacionada com as obras do Mundial 2014, é algo “normal” para Pelé. O ex-jogador admitiu que a sua principal preocupação é o “caos” existente nos aeroportos do país, quando faltam apenas dois meses para o início da competição."

 

Cada vez dou mais razão a Romário quando afirma que Pelé calado é um poeta. Ele é cada vez menos um grande ex-futebolista e cada vez mais um moço de recados dos grandes interesses e negócios ligados ao mundo do futebol. A sua insensibilidade é chocante, mas não surpreendente. Afinal, Pelé é assim, que se há-de fazer? 

publicado por Aristides às 13:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 4 de Abril de 2014

Notícias da Venezuela que as televisões não mostram

"A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) destacou nesta quinta-feira 3 que os esforços da Venezuela para erradicar a fome e a pobreza na região são "um exemplo mundial" a ser seguido.

Segundo o organismo da ONU, as medidas adotadas na Venezuela, de maneira sistemática, no curto e longo prazo, foram fundamentais, não apenas "para colocar um prato de alimentos na mesa, mas por fazer isso de maneira sustentável", disse Raul Benítez, diretor da FAO para a América Latina."

 

Desde que Chavez começou a governar a Venezuela que tudo o que se passava nesse país, principalmente o que era considerado menos favorável, era repetidamente noticiado e divulgado. De tal maneira que sabíamos mais sobre a inflação, a criminalidade ou a taxa de desemprego venezuelanos do que do nosso país. Ultimamente, a contestação continua nas primeiras páginas, mas nunca nos mostram as manifestações de apoio ao governo nem os reais objectivos dos movimentos que estão por trás dos manifestantes. Claramente a nossa comunicação social tomou partido nas "guarimbas" venezuelanas e foi, sem surpresa, o partido dos conspiradores fascistas e do imperialismo norte-americano.

Também sem surpresa não vejo o elogio da ONU ao sucesso do combate à fome iniciado por Chavez e continuado por Maduro. Talvez porque na Venezuela se combate a pobreza e não se dão esmolinhas como a muito nossa Isabel Jonet.

publicado por Aristides às 17:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Cortes & cortes

A máquina de propaganda do governo continua bem oleada. Não sei mesmo se a polémica da semana passada do briefing do ministério das Finanças, que parece ninguém ter autorizado nem tinha conhecimento não terá sido propositada, para que se discuta o acessório e se desviem as atenções do essencial.

Na mesma linha propagandística e manipuladora sai hoje a notícia que o governo estará a estudar um desagravamento do IRS já para 2015. A verdade é que estamos em véspera de eleições europeias e 2015 é ano de eleições legislativas (para nossa desgraça, este governo e esta maioria ainda vão chegar ao fim da legislatura) e, por isso, há que adoçar o veneno que nos vêm servindo. 

Entretanto, e isso faz parte da encenação, o porta-voz do governo, o ministro adjunto Guedes, diz não ter conhecimento de qualquer discussão sobre esse tema, sugerindo, assim, ser uma especulação jornalística.

Quem duvida que este massacre perpretado pelo governo sobre os cidadãos portugueses, maior ainda do que o exigido pela troika, não tem como finalidade criar uma almofada que possibilite, em ano eleitoral, desapertar um pouco o garrote fiscal?

Quanto à  enormidade dos cortes que nos irão impor para atingir aquela mítica meta do défice de 2,5%, nada de concreto. Mas que já os decidiram, já! Disso não tenhamos dúvidas. 

 

publicado por Aristides às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Qualificados e mal pagos

"Nuno Crato espera ter professores mais qualificados numa década.
Para que Portugal tenha a geração de professores mais qualificada de sempre vão ser precisos dez anos. Os cálculos são do ministro da Educação.

O ministro acredita que a renovação dos quadros de docentes vai levar a um aumento da qualidade dos novos professores.

O responsável pela pasta das finanças (sic!) traçou as metas e revela que o aumento da exigência na entrada no cursos de professores, o reforço da formação nas universidades e nos politécnicos, a prova de avaliação e a formação contínua, todas estas medidas conjugadas têm um efeito prático daqui a uma década."

Leio esta surpreendente notícia no site da TSF e, mais uma vez, vejo Crato na sua fulminante inabilidade e incapacidade de lidar com os profissionais que, de há uns anos a esta parte, têm sido os alvos preferidos da incompetência de sucessivos governos.

Não se dará conta Crato do que esta afirmação tem de depreciativo e insolente para os docentes que, além de fazerem o que sabem e gostam, ainda têm e aturar a incompetência e má-fé de ministros que só vêem cifrões à frente e se estão a borrifar para a qualidade de ensino?

No entanto, Crato esqueceu-se de acrescentar que os tais professores de aqui a uma década não serão só os melhores e mais qualificados de sempre, mas serão também os mais mal pagos de sempre. Isto não diz ele!

publicado por Aristides às 15:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 31 de Março de 2014

Amanhã é dia de Passos Coelho

Parece que os jornais e televisões já não assinalam o dia das mentiras como era costume, com uma peta mais ou menos elaborada, mais ou menos verosímil.
Quem os pode censurar, com a concorrência esmagadora e desleal de Passos Coelho e do governo em geral?

publicado por Aristides às 19:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Bilhete de ida

 

 

Populares que apoiam o Movimento Irrevogável tentaram hoje, na Feira, oferecer um bilhete de avião simbólico ao primeiro-ministro, para que ele "faça aquilo a que vem obrigando os portugueses e emigre para longe".

Espero eu que o bilhete seja só de ida e para uma viagem de longo curso. Isto, apesar de eu não desejar mal nenhum aos povos desses países longínquos. 

Até podia ser amanhã, para celebrar apropriadamente o dia 1 de Abril, que é o dia de Passos Coelho em particular e do governo em geral.

 

publicado por Aristides às 18:49
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Março de 2014

Governo esquizofrénico

 

 

A tragicomédia continua, sem fim à vista. A palhaçada que foi a fuga de informação acerca de novos cortes nas pensões revela a hipocrisia, a esquizofrenia e a má fé desta gentinha que nos governa(?).

Depois de Luis Montenegro nos ter garantido que não haveria mais cortes nem mais austeridade, um ou dois dias depois, o gabinete das Finanças vem dizer precisamente o contrário, o que parece ter irritado o nosso primeiro.

Afinal, eles querem reformar a Segurança Social ou, pura e simplesmente, roubar ainda mais nas pensões?

Afinal, a "reforma" da Segurança Social é feita pelo ministério das Finanças e não pela tutela? Porquê?

Afinal, os reformados só irão saber quanto vão receber de reforma depois do INE nos dizer de quanto foi o PIB e a inflação do ano anterior?

Afinal, a troika sai ou não do país?

Afinal, esta cambada vai continuar a destruir Portugal até 2015? 

publicado por Aristides às 10:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2014

Barroso babado

 

A famosa cimeira UE-EUA em que os dois polos imperialistas vão fazer um esforçozinho por fazer voz grossa à Rússia, começou. O que eu quero realçar aqui nem sequer é a atitude destes senhores, para quem aquele imenso país ainda padece dos males e pecados da URSS e, por isso, urge cercar e vergar aos interesses "ocidentais". Nem o apoio que deram à implantação de um governo fantoche e nazi-fascista na Ucrânia que eles visionam como profundamente democrático. Nem as condições leoninas que vão impor ao povo ucraniano  para disponibilizar uma "ajuda" financeira de que nós, infelizmente, já conhecemos a receita.

O que me chamou mesmo a atenção e me fez rir a bom rir neste início de cimeira foi a figura patética, pateta e canina do Durão Barroso a cumprimentar e seguir, solícito e diligente, o patrão Obama. Aquele riso babado e servil diz muito dele e desta pobre Europa espezinhada pela Alemanha e pelos Estados Unidos. Só visto! 

publicado por Aristides às 15:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 24 de Março de 2014

Fascismo também é isto!

 

Tenho vindo a referir o novo/velho perigo que ronda a Europa e que mostra as garras que escondeu, por precaução, durante uma décadas. Esse perigo é agora mais real do que niunca e chama-se fascismo.

Mas fascismo não é só o que se passa na Ucrânia em que se torturam, espancam e assassinam na praça pública militantes de partidos de esquerda, se agridem directores de estações de televisão porque dão reportagens que não agradam, etc., etc.

Também não é só o avanço da extrema-direita em França, a ganhar câmaras, sondagens e, talvez, as próximas presidenciais.

Não! Fascismo é também escrever artigos como aquele que saiu no Público e que começa com a barbaridade que transcrevo. A "jornalista" que o vomitou acha que o lado dela, o lado do patrão que lhe paga enquanto a quiser aturar, é que é o "lado certo". Tem o cérebrozinho tão formatado que acha que na Venezuela de um lado estão os bons (a extrema-direita fascista e golpista e os que querem desestabilizar a situação do país para aí instalar um governo mais amigo dos EUA) e do outro os maus (os que fizeram diminuir a pobreza, os que alargaram a assistência médica e a Educação a camadas da população que nunca tinham tido esses luxos). 

E acha também e imbecilmente que a música clássica deve ser a música dos anjos e quem a faz ou toca só pode estar do lado do bem. Mas qual bem? Aquele que for estipulado pelos serviços secretos norte-americanos, evidentemente!

publicado por Aristides às 11:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 21 de Março de 2014

No Dia Mundial da Poesia...

...um pequeno poema de Mário Castrim:

 

 

Ana e António

 

A Ana e o António trabalhavam

na mesma empresa.

Agora foram ambos despedidos.

Lá em casa, o silêncio sentou-se

em todas as cadeiras

em volta da mesa vazia.

 

"Neo-realismo!" dirão os estetas

para quem ser despedido

é o preço do progresso.

 

Os estetas, esses, nunca

serão despedidos.

 

Ou julgam isso, ou julgam isso.

publicado por Aristides às 09:50
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

Gente inclassificável

 

Maria Luis Albuquerque, a funcionária da troika de turno na secção governamental de Lisboa da prestimosa associação, está a impor aos portugueses um aumento da contribuição para alguns subsistemas de saúde, nomeadamente a ADSE. Acontece que, como ela própria reconhece, a ADSE não tem problemas de sustentabilidade ficando, através destes aumentos, com um excedente de quase 400 milhões de euros. Então, porquê esta vontade insana de massacrar ainda mais os portugueses, num período de tantas dificuldades? Porquê acrescentar mais um sacrifício que todos admitem ser escusado? Mais grave se torna ainda esta teimosia, sabendo que até a cavacal figura considera desnecessário este aumento e que, segundo garantias da própria, o tal excedente não irá servir para cobrir qualquer outro tipo de despesas.

Haverá um nome que não seja muito feio para classificar esta gentalha que, de forma gratuita, torna a vida dos portugueses uma actividade cada vez mais penosa e difícil? Eu conheço alguns...

publicado por Aristides às 20:41
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Ao meu pai

 

Não sou atreito a comemorações de “dias de ...” por surgirem mais por imperativos comerciais do que para valorizar relações humanas ou homenagear laços afectivos institucionalizados ou não.

Contudo, o Dia do Pai deste ano não me deixa, não me podia deixar, indiferente. Pela primeira vez não posso dar ao meu um sinal que seja do que sinto por ele.

Há tempos ouvi Lobo Antunes falar da perda do pai. Disse ele que quando perdeu o seu, para além da tristeza da perda sentiu uma outra espécie de angústia: a que advém de, na linha do tempo, a seguir ao nosso pai, sermos nós os próximos a desaparecer.

Nunca deixou de me surpreender a maneira como os escritores conseguem dar roupagens de palavras a sentimentos e sensações comuns a todos, mas que só depois de as ouvirmos ditas por eles conseguimos aperceber. No entanto, essa sensação que ele reporta não me inquietou ainda. A dor pelo desaparecimento físico do meu pai, por não o encontrar nas minhas visitas diárias, por saber que não ouvirei mais a sua voz, é uma dor ainda demasiado grande para sentir outros pesares porventura mais egoístas.

Por isso, neste dia do Pai, este ano estranhamente sem o meu, presto homenagem a um Homem a quem devo muito do que sou, e exprimo nestas linhas o orgulho que tenho nisso.

Mais do que verter neste modesto texto uma série de lugares comuns, dos que soem dizer-se em situações semelhantes, quero deixar aqui este simples testemunho que, por hiperbólico que fosse, ficava sempre aquém do que verdadeiramente sinto.

 

publicado por Aristides às 15:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 17 de Março de 2014

Os EUA e as sanções

"Os Estados Unidos anunciaram esta segunda-feira sanções contra todos aqueles que, de acordo com Washington, ameaçam a democracia e a integridade da Ucrânia. "

 

Estarão incluídos nesta ameaça os neo-nazis e fascistas da praça Maidan, os que proibiram a língua russa, inclusivamente em regiões em que os russos são maioritários, os oligarcas corruptos que estão no poder em Kiev, a  multidão ululante que votou o governo de braço no ar, essa forma de eleição até agora tão anti-democrática mas que passou a ser o supra sumo da emocracia depois de recauchutada pela extrema direita mais perigosa?

Porque não usará Obama esse tipo de pressão sobre aqueles que, na Venezuela, ameaçam um governo democraticamente eleito? Ou sobre aqueles que, boicotando e sabotando a actividade económica e as relações sociais, conspiram para recolocar a oligarquia fascista no poder em Caracas?

Que tristes e sombrios sinais nos dá o Império nestes tempos conturbados!

publicado por Aristides às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 13 de Março de 2014

O meu artigo no Praça Alta de Março

O ovo da serpente

 

"[…] qualquer um que fizer o mínimo esforço poderá ver o que nos espera no futuro. É como um ovo de serpente. Através das membranas finas pode-se distinguir o réptil já perfeitamente formado. " - Hans Vergerus

 

Os tempos de crise são muito atreitos ao uso e abuso de metáforas, umas certeiras, outras nem tanto. Quando vejo o fascismo e os fascistas a mostrarem os dentes, as suásticas e o ódio mentecapto, lembro-me do ovo da serpente. Lembro-me do filme de Ingmar Bergman que deu, de forma genial, corpo a essa metáfora. Mostrou como o monstro em gestação necessita da nossa indiferença e da nossa cumplicidade para se desenvolver. Mostrou como os sinais, embora cada vez mais evidentes, vão sendo  subestimados pelas pessoas que, acomodando-se e acobardando-se, dão azo a que o réptil, a contraluz, nos dê já a sua imagem formada e assustadora.

Falo da Ucrânia, claro! Os últimos meses têm-nos dado uma perspectiva aterradora do que pode vir a ser o futuro da Europa e do Mundo. As autoproclamadas potências ocidentais abriram a porta ao monstro nazi-fascista que, apesar de tudo, andava meio adormecido, mesmo numa região com um passado de cumplicidade feroz com os exércitos do III Reich. Permitam-me outra metáfora: os EUA e a União Europeia, na sua luta por um posicionamento geoestratégico de isolamento da Rússia, abriram a caixa de Pandora. Na Ucrânia vivem-se momentos decisivos e perigosos. Na Ucrânia o réptil já quebrou a casca do ovo. Os demónios que ensombraram a Europa há pouco menos de cem anos, soltaram-se por entre os escombros, o lixo e o fumo negro dos pneus da praça Maidan de Kiev.

Um presidente corrupto e autocrata, mas eleito democraticamente, foi destituído por milícias fascistas orquestradas, armadas e financiadas pelo Ocidente. Coisa nunca vista, os norte-americanos e os eurocratas que, em todo o lado morrem de pavor quando temem que o poder caia na rua, foram lestos a apoiar estas hordas selvagens e ululantes que votam o governo na praça pública e (hélas!) de braço no ar! Braços que, convém dizer, ostentavam e ostentam, orgulhosos e imbecis, uma estilização da suástica que nunca deixaram de venerar, desde que apoiaram Hitler, traindo valores como a Liberdade e a Independência.

Não dá para esconder, apesar da massiva manobra de propaganda que através de televisões, jornais e internet, nos massacra diariamente com mentiras, omissões e deturpações, a acção das milícias fascistas nos confrontos com a polícia, no controle da nova ordem, na tomada de edifícios públicos, nas agressões a militantes comunistas e no assalto a sedes de partidos de esquerda. Assim como não dá para esconder o apoio das “democracias” ocidentais aos novos senhores, oligarcas também, corruptos igualmente, mas fascistas. Provavelmente só os jornalistas não se darão conta. Provavelmente...

A Rússia, cujas fronteiras se querem sitiar, já sem dissimulação, faz o papel dela. Ao cheirar os canhões da Nato mesmo às suas portas, reage como seria de esperar. Estupidez seria pensar que as coisas pudessem ser de outra maneira. Os meios de comunicação social, num seguidismo abjecto em relação às posições norte-americanas, tratam de diabolizar tudo o que seja de origem russa, numa reedição revista e actualizada da repulsa que demonstravam em relação à União Soviética. A paranóia é tal que até os Jogos Olímpicos de Inverno, por terem tido lugar em Sochi, na Rússia, foram completamente ignorados e escondidos. Nada de novo, portanto!

As coisas atingem o nível da caricatura, principalmente quando se trata da cobertura jornalística. Pode dizer-se, com toda a propriedade, que a crise da Ucrânia já fez uma vítima em Portugal. Essa vítima foi o jornalismo sério e isento. Verdade que já andava combalido e moribundo, pelo menos desde a invasão do Iraque, mas esta cobertura da crise ucraniana passou-lhe a definitiva certidão de óbito.

A vergonha atinge o paroxismo com a chegada de José Rodrigues dos Santos a Kiev. Que era um escritor da treta já sabíamos; agora confirmamos que é um jornalista sem nível nem brio. Vestiu a camisola dos neonazis da praça Maiden, mostrando-os como revolucionários puros e imaculados, mas não nos consegue mostrar o lado sombrio e lúgubre das suas simpatias, dos seus ódios, da violência dos seus actos. Defende convicto que o referendo convocado para o povo da Crimeia decidir do seu futuro é ilegal e inconstitucional, mas omite que o próprio governo de Kiev é, ele próprio, ilegal e inconstitucional.

Pior do que isso, silencia deliberadamente o que já se sabe, mas apenas pelas redes sociais e pela imprensa honesta a que se tem acesso pela Internet, ou seja, que os franco-atiradores que mataram cerca de 100 pessoas naquela praça, eram de facto membros das milícias nazi-fascistas, que não hesitaram em abater alguns dos seus para influenciar a opinião pública internacional a seu favor. É o ministro dos Negócios Estrangeiros da Estónia que o confirma, em conversa telefónica com a alta representante de política externa e segurança da União Europeia, Catherine Ashton. Como é que ficamos depois disto? Como seria o clamor internacional se a coisa fosse ao contrário? Como são hipócritas os principais actores da política internacional!

Derrubámos o regime fascista, mas não o fascismo, há escassos quarenta anos em Portugal. Ele está, numa espécie de déjà vu, a recuperar espaço. Ganha força na Itália, Hungria, Espanha, França. Já está no poder na Ucrânia, com a bênção e aplauso dos norte-americanos e da União Europeia.

Quem escreverá o próximo capítulo desta tragédia?

Como será o próximo capítulo desta tragédia?

 

publicado por Aristides às 13:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Merkel ameaça Putin

"Chanceler alemã avisa que a Europa está pronta para agir se Moscovo não voltar atrás na sua acção na Ucrânia."

Segundo parece, ameaçou Putin de enviar para a Rússia a equipa da troika que visita regularmente Portugal. Perante esta terrível perspectiva, Putin está tentado a ceder às exigências da chancelarina. E está ansioso por ver a troika aplicar a sua receita à Ucrânia para ver a reacção dos nazis que usurparam o poder em Kiev, quando souberem o que dói depender da "ajuda" ou dos memorandos de entendimento  da Europa que, de momento, parecem idolatrar.

Eu também vou gostar de ver!

publicado por Aristides às 10:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 12 de Março de 2014

Os yesmen da cavacal figura

"O Presidente da República exonerou esta quarta-feira os seus dois conselheiros, Vítor Martins e Sevinate Pinto, que assinaram o manifesto a apelar à reestruturação da dívida, segundo o Expresso online."

Ora, nem mais! A liberdade de opinião é muito bonita, mas convém não exagerar. Ficamos assim a saber que os conselheiros da cavacal figura terão que fazer prova de partilharem as mesmas opiniões que a múmia de Belém. Sendo assim, serão necessárias aquelas centenas de conselheiros que, para além de sugarem o erário público, são perfeitamente dispensáveis, pois não podem pensar de maneira diferente?

Conselheiros que, em vez de aconselharem, abanam afirmativamente a cabeça não são conselheiros, são yesmen!

publicado por Aristides às 20:32
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 10 de Março de 2014

O moço de recados do governo

 

"Portugueses devem perceber o que perdem em salários, emprego e contribuições sociais" sem um compromisso político, diz o PR, Cavaco Silva.

O descaramento sem limites, a demagogia mais infrene, a manipulação mais torpe, assim tem sido a intervenção do mais medíocre  presidente da República, a seguir a Américo Thomaz. A sua colagem a este governo e à sua política criminosa tem sido o desastre do nosso país!

Agora vem a reboque do Coelho pedir, não um compromsso político, mas o colaboracionismo do PS, que não tardará a dá-lo, temo bem!

O dia em que Portugal se libertar de Portas, Coelho&Cavaco o ar será bem mais respirável. E o tempo urge!

 

publicado por Aristides às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2014

Dois capos

"A França e os Estados Unidos consideram tomar «novas medidas» em relação à Rússia, «na ausência de progressos» face à crise na Ucrânia, anunciou hoje a presidência francesa após uma conversa telefónica entre os presidentes François Hollande e Barack Obama."

Que tal a invasão? Isso é que era!

publicado por Aristides às 21:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. A morte saiu à rua

. Finalmente boas notícias:...

. Assim é Pelé!

. Notícias da Venezuela que...

. Cortes & cortes

. Qualificados e mal pagos

. Amanhã é dia de Passos Co...

. Bilhete de ida

. Governo esquizofrénico

. Barroso babado

.arquivos

.links

.favoritos

. A morte saiu à rua

.Contador

.O Tempo

.subscrever feeds